Feeds:
Posts
Comentários

Archive for fevereiro \12\+00:00 2008

Correria F.C.

A sensação de ‘tudo ao mesmo agora’ volta turbinada esta semana.  Hora de valorizar o que vale mesmo a pena. Só que não é fácil colocar em prática. O foco fica disperso entre dezenas de compromissos, numa espécie de rolo compressor que te transforma numa pasta. Nos resta jogar um bom tempero em cima.

Read Full Post »

Mais uma pérola do extinto programa da IPANEMA FM na TV:

Zé do Bêlo apresentando um de seus indefectíveis clipes (neste caso, ‘Reprise’, dirigido pelo Alex Sernambi).

Read Full Post »

Mais um resgate do arquivo do N TV: a cobertura da edição de 2005 do MOTOMIX, o evento multimídia da Motorola, edição Porto Alegre.

Especial dividido em duas matérias, destacando trabalhos de VJs, músicos e videoartistas.

Read Full Post »

Os bastidores do retorno da Graforréia Xilarmônica, em meados de 2005, agora no YouTube.
A matéria foi exibida no extinto N TV, o programa da Ipanema FM na BAND RS.
Frank Jorge, Pianta e Alemão Birck em entrevistas folclóricas, produzidas por este que vos escreve, junto com o Pablo Chasseraux – e com a finalização do Fernando Delfes – os responsáveis pelo ‘trabalho sujo’ do clássico programa.

Read Full Post »

O piano bêbado

Tom Waits leva o clima de boteco fim de carreira pro universo simplório dos talk-shows. Mestre.

1977, no Fernwood Tonight.

Read Full Post »

save.jpg

Irmãos Coen, faroeste, silêncios perturbadores, personagens bizarros, frases cortantes…

E sim, o filme é um saco.

Mas ‘não é massa’ criticar os Coen. A unanimidade cool é um perigo.

Dizer que Javier Bardem merece um Oscar logo pelo papel de serial killer neste filme é desvalorizar o currículo do espanhol. O personagem é o próprio Jason. Tosquice por tosquice, vale mais assistir Perdita Durango.

Josh Brolin, o irmão xaropão dos Goonies, é quem parece ter ganho uma segunda vida em Hollywood. Aproveita bem o papel de anti-herói, e tem emendado novos trabalhos (como o médico doido de pedra de PLANET TERROR, de Robert Rodriguez).

E Tommy Lee Jones é mestre, não tem erro.

Mas é o filme por si só que não engata uma segunda marcha. E quando tu acha que não vai acontecer nada de interessante… Não acontece mesmo.

Palavras de um fã inveterado dos Irmãos Coen, de Arizona Nunca Mais, de Barton Fink, de Grande Lebowsky e por aí vai.

Não adianta, Academia. Arrependida de ter menosprezado a dupla no passado?

Então aguarde um filme bom pra recompensá-los.

Read Full Post »

« Newer Posts